Já te contei?...

Porque há coisas que às vezes ficam por contar...

domingo, 25 de novembro de 2007

Olho torto

Entro numa loja, passo os olhos pelos artigos - seja roupa, acessórios, objectos de decoração, o que for - e acabo sempre por gostar daquele que é mais caro!! E o pior, é que assim que ponho o olho em cima do objecto (agora) desejado, é como se toda a minha vida eu o tivesse procurado, e - que sorte! - ele está mesmo ali à minha frente!

Depois entra a minha faceta forreta que começa a fazer contas de cabeça e a relativizar... "Ora bem, com o preço destes sapatos pago a TV Cabo e o Gás", ou "com o preço deste modelito ia passar um fim-de-semana por aí", "com o que gasto em 4 noites neste hotel pagava a renda da casa", e por aí em diante...

Para além de que agora (armada em fina) já não abdico de um certo nível de conforto, de preferência aliado a algum bom gosto. Parece que com o passar dos tempos e o consequente aumento de poder de compra (que, contudo, ainda está bastante aquém do necessário para satisfazer este pequeno "defeito") me custa mais descer a fasquia.

Mas quando preciso justificar (a mim mesma) alguns deslizes, o pensamento é automático: "Um dia não são dias... e para além disso EU MEREÇO!".

PS - Precisava mesmo escrever este texto para acalmar a veia consumista que me percorreu hoje... É impressionante como se demora tanto tempo a amealhar e um só dia a gastar!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home