Já te contei?...

Porque há coisas que às vezes ficam por contar...

segunda-feira, 30 de outubro de 2006

Stasha #2

Agora que já consigo (pelo menos) pensar em comida, tenho que te falar deste restaurante que fica no Bairro Alto...

Quando se entra, parece (e, de facto, é) um sítio muito agradável, giro, "cosy", onde apetece estar. Mas quando aparece uma empregada descabelada e interactiva (o pior que me pode aparecer num restaurante) que nos chamou desde bébés, amores, e que a mim até me chamou de "menina jolie", entre outras saídas que nem vale a pena citar - uma miúda da minha idade, imagine-se!! - a história começa a mudar de figura. Estes espaços, se querem ter qualidade, têm, desde logo, de ter pessoal com formação para receber e tratar de igual modo todo o tipo de clientes, seja uma reunião de engravatados, seja um grupo bem disposto de gente jovem (que era o nosso caso), sem se esticarem demasiado...

Como aperitivo, decidimos tomar umas caipininhas / caipiroscas, que se revelaram um fiasco. Para além de virem num copo enorme (tipo aqueles de leite que têm capacidade para meio litro), o gelo não vinha picado, o que fez com que bebesse cachaça quase pura (acho que havia um pouco de lima, mas o açucar mal se sentia). Comecei logo a funcionar a 33 rotações.

Havia um paté muito bom (acho que foi a única coisa muito boa em todo o jantar), que degustámos com o pão que era previamente aquecido no forno e que foi um bom aconchego para o estômago. O queijo de Azeitão também era bom, mas isso é-o em qualquer lugar. Se soubesse agora, tinha investido nas entradas e ficava por ali...

A ementa pareceu-me, desde logo, bastante inovadora. Pratos com alguma imaginação (a ver pelo nome) e até (pensei eu), algum requinte... Pedi um prato que se chamava qualquer coisa como "Lombinhos com queijo de cabra e molho de frutos silvestres", que se afigurava o mais apetitoso. ERRO! Foi simplesmente a coisa mais enjoativa que alguma vez comi. HORRÍVEL!

Tentei emendar a mão, comendo um pouco do "Bacalhau à Stasha" que, apesar de comestível (ok, até era bastante razoável), era insuficiente para superar o enjoo causado pelo primeiro prato... Juntando a isto, uma sangria de champanhe que mais parecia sumo de maracujá com álcool... Enfim...

A escolha dos pratos pode não ter sido a melhor, mas depois de pesquisar na internet informação sobre o dito espaço, alguém disse que depois de ter mudado o cozinheiro, a qualidade nunca mais foi a mesma. Talvez seja por aí.

Só sei que pagámos 25€ por pessoa, comemos mal, fomos mal atendidos e ainda fiquei mal do estômago durante todo o fim-de-semana!!

Ainda queres lá ir??...

2 Comments:

At sábado, julho 21, 2007, Anonymous ricaagasparetto@hotmail.com said...

Olá, estava aqui navegando, quando sei de cara com sua crítica... Sou o cozinheiro que saiu e nunca mais foi o mesmo. Peço desculpas pelo meu não colega!!! A receita dos lombinhos com frutos silvestres, levei para o Stasha, depois de ter trabalhado no Blues Café. Foi sempre um dos que os clientes adoravam. Depois soube que virou um ``demo´´ e agora lendo isto publicado, tenho que dar uma satizfação. A receita é um clássico mundial. Mas imagina vc tomar um litro de água durante o dia ou ter de tomá-lo em 5min. Fica tudo insuportável se não houver consiência de como fazê-lo. Fiquei imaginando o seus lombinhos, que segundo me contaram, até eram aquecidos no micro.... com uma overdose de frutos silv. ARGH!!
Ps+ Estou em Veneza, tenho tirado através das viagens e trabalhos, minhas dúvidas para um dia abrir um espaço em que não vou ter de ouvir estes erros que vc comentou.
Um abraço grande

 
At sexta-feira, agosto 08, 2008, Anonymous Anónimo said...

boas...
eu por acaso sou o "novo" cozinheiro desse restaurante...
e sou sincero k akilo tava um bocado abandalhado!
mas pronto! esta "publicação foi em 2006 até hj mtos cozinheiros devem ter passado pelo STASHA!...
mas desde já convido a aparecerem novamente no restaurante, de certeza k ñ vão ser mal atendidos...
abraço

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home