Já te contei?...

Porque há coisas que às vezes ficam por contar...

domingo, 28 de janeiro de 2007

Apocalypto

Desta vez o amigo Gibson excedeu-se (não se tinha já excedido antes?)...

No seu mais recente filme, onde retrata o dia-a-dia da civilização Maia (talvez do século XIV ou XV, digo eu) tendo como pano de fundo a floresta mexicana, podemos ver uma das histórias mais sangrentas dos últimos tempos. Quais filmes de terror! Este deve ter sido o filme com mais litros de sangue por segundo de película!!

Conta a história de um membro (Pata de Jaguar) de uma tribo índia que é capturado por membros de uma outra tribo, e as aventuras da sua luta para escapar e voltar ao seu pedaço de selva para salvar a sua mulher o os seus filhos. Grandes banhadas, é o que é!

Mas, oh meu Deus, com tanto sangue derramado, tantas lutas e tantos incidentes, não admira que estas civilizações da américa central tenham sido extintas. É que quando os espanhóis lá chegaram já nem sequer havia muito para destruir, eles já tinham adiantado grande parte do trabalho...

Reconheço que a história até é engraçada, mas... não havia necessidade! É daqueles filmes que nos traz o "gómito" do início ao fim! Não aconselhado para pessoas sensíveis (que eu pensei ser o meu caso...).

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home