Já te contei?...

Porque há coisas que às vezes ficam por contar...

terça-feira, 26 de setembro de 2006

Rescaldo do Casamento - Versão Nádia (a outra)

Mais uma amiga que não quis deixar de responder ao meu pedido e me enviou mais um relato. De seguida, a versão da "amiga homónima que tantas aventuras partilhou com o agora casal Matos e que forneceu a lingerie" :)

"Nunca pensei vir a gostar tanto de casórios!
Apercebi-me desde muito cedo que este ia ser diferente. Não só por ser a união dos meus pombinhos (que logicamente por si só já seria um acontecimento importantissimo), mas por ser o terminar de um caminho em comum, o qual eu acompanhei de perto, e por marcar o inicio de um novo ciclo.

Acho que por isso é que ainda eram 22h da noite anterior e acho que já estava mais nervosa do que a noiva. Rapidamente pensei: amanhã é que vão ser elas! Escusado será dizer que não dormi quase nada e que fui acordando durante a noite a pensar: já estou atrasada!

Finalmente amanheceu e lá iniciei eu os habituais procedimentos de dia de casamento, isto é, corrida para o cabeleireiro. Mal cheguei e já lá estava uma das amigas espanholas a fazer o seu mega penteado. Não demorou muito até que chegassem as restantes gajas que ajudaram a começar a festa... já se sabe como é quando as babes se juntam... ainda para mais se for o dia do casamento de uma de nós.

Com alguns precalços consegui chegar, mesmo a horas, à Igreja (aproveito para deixar registado que a culpa foi daquele que se diz meu primo RODRIGO GALRITO) e, imediatamente apareceu uma lagrimazita no canto do olho ao ver a noiva a passar de carro... estava mesmo linda!

Após a cerimónia (com muita lágrima e riso à mistura) lá seguimos para a quinta onde se iria dar a festança. Seguiram-se fotos e mais fotos, martinis e mais martinis e lá fomos para a tão esperada refeição que rapidamente nos prontificámos a animar. Ainda tentámos dominar a festa, mas não tivemos hipótese contra a animação das outras mesas... SLB!

Completamente rendidos à animação que era transmitida, tanto pela familia do Pedro como a da Nádia, foi só dançar e rir o resto do dia e noite. O auge da noite (para mim, claro) foi o fantástico filme, que resumia não só as vidas dos noivos mas também parte da minha. Nem fazia ideia que existiam tantos momentos documentados... fogo, tem sido mesmo uma vida!

Foi assim, que correu este dia, que passou num piscar de olhos, com muita lágrima, martinis, riso e dança. Pela 1ª vez pensei que um casamento pode ser uma festa muito gira e que nos podemos divertir imenso...

... Espero que os noivos tenham conseguido divertir-se tanto como eu, nem que fosse só na noite de núpcias!"

Confesso que começo a babar com tantos elogios, mas o que mais me agrada é perceber que, apesar de eu ter andado a mil à hora, vocês tiveram tempo para se divertir! Que inveja!! E como desejei estar sempre convosco!!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home