Já te contei?...

Porque há coisas que às vezes ficam por contar...

sábado, 16 de setembro de 2006

This could be the first day of our lives #2

Já de volta a Portugal (e novamente com acentos), aqui fica, como prometido, uma fotografia do dia sobre o qual eu falava (e ansiava) há meses...

Foi, de facto, um dia maravilhoso, muito feliz e pleno de emoções. Não é cliché quando se diz que é um dia que passa a correr. Na verdade, lembro-me de entrar no hotel onde passámos a noite de núpcias e pensar que depois de tirar aquele vestido (e os 47 ganchos do cabelo) tudo teria acabado!!! Enfim, a dor de pés não permitiria que o dia se prolongasse por muito mais tempo, mas a vontade de continuar a viver aquele sonho era tanta...

Poderia dedicar a este assunto toda a eternidade do blog, mas como não é esse o objectivo e porque há sentimentos demasiado íntimos para se exporem desta forma, lancei um repto a algumas amigas e fico à espera da colaboração delas, para contar, em várias versões o que realmente aconteceu no 2 de Setembro...

Não percas, brevemente aqui: "O rescaldo do casamento - versão amigas".

3 Comments:

At segunda-feira, setembro 18, 2006, Anonymous Anónimo said...

Muitas felicidades ao jovem casal. Estavas muito bonita. Parabéns pelo enlace e que o futuro seja muito risonho.
Muitas FELICIDADES!

acf

 
At segunda-feira, setembro 18, 2006, Anonymous Liliana said...

Olá Amiga!
Hummm...eu adorei ir ao teu casamento!Foi muito bonito e muito especial!Mereces ser muito feliz e assim espero que aconteça!
Fiquei com vontade de ter um dia igual e especial...
Beijinhos grandes
Lili

 
At quarta-feira, setembro 20, 2006, Anonymous Gracinha said...

Querida Nadia,

Há muito que viagens pela net, me levam a este teu porto seguro... E que nos deixam, a nós que te conhecemos e reconhecemos como força da natureza, perto de ti.

Fiquei muito feliz por ter estado contigo e ao pé de ti (o q raramente acontece) neste dia especial. Estavas radiosa e o noivo acompanhou-te inteiramente... como sempre... um par que é definitivamente um "must".

Sei a que te referes ao "1º dia do resto das nossas vidas"... aquele em levamos os pensamentos e sentimentos a dar um passeio pelos momentos... que se querem, indubitavelmente, únicos.

A ti e ao Pedro, desejo que seja eterna essa felicidade e a recordação desse dia... fruto de uma resposta "sem acento"!!!... o SIM!

Beijicos.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home