Já te contei?...

Porque há coisas que às vezes ficam por contar...

quarta-feira, 11 de outubro de 2006

Anita

Se há um ícone, uma referência, uma lembrança da minha infância, é, sem dúvida, a Anita.

Não sabes quem é a Anita???

A Anita é uma rapariga para os seus 40 anos, ainda que tenha aparência de mais ou menos 7 aninhos. A sua origem é Belga, e nesse país tem uma “prima-irmã” 12 anos mais velha, mas que tem exactamente a mesma aparência e que faz precisamente as mesmas coisas que ela, a Martine (isto há coisas…). Os seus criadores, Marcel Marlier e Gilbert Delahaye não podiam ter escolhido melhor título para inserirem a sua menina no mercado da literatura portuguesa em plena década de 60: “Anita dona de casa”!!!

Lembro-me que devorava os livros da Anita. Passava horas no quiosque que o meu pai tinha e lia todas as novas edições: Anita na praia, Anita vai às compras, Anita está doente, Anita no carrossel… Ainda não andava na escola e já lia aqueles livros coloridos que fizeram sonhar gerações e gerações de meninas. (Isto só para dizer que já sabia ler antes de entrar para a escola, topas?)

Mas agora, aos 25 anos, (quase em idade adulta!) sinto-me sem uma referência que me faça querer seguir o seu caminho. Já pensei em fazer um abaixo-assinado para mandar ao Sr. Marlier, com sugestões de evolução para a Anita, que encaixe nos vários gostos das meninas (algumas agora senhoras) que cresceram a ler as histórias da menina coquete.

Sei lá… “Anita no Blogspot”, “Anita na Zara”, “Anita na fila para fazer os pagamentos da Segurança Social”, “Anita na Faculdade de Belas Artes”, “Anita num centro de reabilitação para toxicodependentes”, “Anita na esteticista”, “Anita numa entrevista para emprego”, “Anita no McDonalds”, “Anita vai à consulta de Planeamento Familiar”, “Anita põe unhas de gel”, “Anita no Lux”, “Anita no Salão Erótico de Lisboa”, ou para as mais entradotas, quem sabe, “Anita vai à cabeleireira pintar os cabelos brancos”, “Anita na Menopausa” ou ainda “Anita compra as suas primeiras Lindor Anatómicas”… enfim, uma infinidade de títulos que traria às mulheres do século XXI um novo fôlego.

Enquanto não recolho as assinaturas suficientes contento-me em ver a exposição que está no Centro Comercial Colombo. Podes visitá-la até ao dia 15 de Outubro.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home